$100K Dias 56 e 57

3 min leitura -

A semana passada calculei a equidade de cada mão contra determinados ranges.

Depois disso calculado, é uma questão de sabermos qual é a percentagem de vezes que precisamos de ganhar contra o range de call (contra o nosso 3-bet all-in), para saber qual é o range com que podemos ir all-in.

Eu fiz uma pequena tabela no excel onde coloco o M, percentagem de raise e percentagem de call e tenho como resultado a percentagem de vezes que a minha mão tem que ganhar contra esse range de call para ser rentável ir all-in.

Depois comparei os resultados com situações de livros e bateram todos certo. Também comparei com a mesma situação no icmizer e ficou muito muito próximo do resultado deles.

Penso que o que falhou para estar exactamente igual foi eu não considerar a remoção de cartas (se tivermos Ax, é mais improvável o adversário ter Ax), mas a diferença é pequena.

Esta tabela não é “fool-proof”, isto é, eu não a fiz para outras pessoas utilizarem, só para eu utilizar, portanto é possível que tenha erros.

Relativamente aos resultados que vamos ver a seguir, são todos considerando situações onde

  • Estão 9 jogadores na mesa
  • As blinds são 50-100 com antes de 10 (ou um múltiplo destes números)
  • Houve um mini-raise e os outros jogadores todos fizeram fold
  • Estamos na Big Blind
  • A stack efectiva tem o M escolhido

É preciso abdicar de alguma precisão para ter resultados úteis que caibam em uma ou duas páginas!

Depois de fazer algumas simulações nesta tabela, fiz a seguinte tabela:

Na primeira coluna do lado direito do 15 temos 44%. O que quer isto dizer?

Aquele valor quer dizer que com um M efectivo de 15 onde há um jogador a fazer um raise com 50% das mãos, mas que “só” dá call a all-in com 30% das mãos, só é rentável ir all-in contra ele com mãos que ganham 44% das vezes contra o range de call ou mais.

Depois tinha os resultados dos cálculos da semana passada e era uma questão de ver quais são as mãos que têm x% de equidade contra o range de call para escrever o range de 3-bet shove.

Em relação aos requerimentos para 3-bet shove eu acrescentei 2 pontos para termos algum edge. Se precisamos de ganhar 44% para ser break-even eu só meti as mãos que ganham pelo menos 46%.

Não estamos nisto para ficar break-even!

Ficou assim:

(Carreguem na imagem para aumentar)

Como isto ficou muito volumoso e feio, decidi fazer uma tabela com as percentagens de mãos com que posso ir all-in contra cada range.

O primeiro 17% quer dizer que podemos ir all-in com as melhores 17% de mãos contra aquele range. Atenção que para esta tabela já estão incluídos os 2 pontos de vantagem!

Esta acho que ficou porreira, mas eu não sei o que cada range quer dizer, portanto precisamos de indexar essa informação!

Esta página não tem a informação toda, só tem até ao top 50%, mas as outras situações são relativamente raras, pelo que não acho muito importante.

Fiquei com duas páginas de informação para utilizar enquanto jogo, mais o material utilizado para fazer estas tabelas que pode ser utilizado no futuro para comparar situações ou tabelas parecidas.

Espero que vos possa ser útil a informação aqui exposta e hoje já nos vemos nas mesas! 🙂

Publicar como