Em Directo
GalacticSeries Stream #8 ( !livro, !equipa, !resultados)

O dilema dos 2 fusos horários

7 min leitura -

Um dos meus maiores desafios actuais, é praticamente viver em 2 fusos horários diferentes. Durante a semana costumo morar em Lisboa e ao Domingo costumo atravessar o Atlântico para trabalhar, mas volto logo para estar em casa Segunda-Feira de madrugada antes das 7:30.

Na realidade, nunca saio de casa e isto é uma metáfora para o meu estilo de vida no que toca ao sono. De Segunda a Sexta tenho que estar acordado por volta das 7:30 da manhã para tratar da minha filha e levá-la à escola. Já ao Domingo, costumo fazer um stream até tarde e frequentemente acabar o trabalhar às 2:00 ou mais tarde.

Reuniões ou trabalho à Segunda-Feira normalmente evito, porque já sei que não vou ter grande cabeça.

A logística de fazer mais streams durante a semana também costuma ser “tricky”. Tenho feito algumas experiências a começar mais cedo e a acabar mais cedo, sendo que normalmente tento acabar a sessão durante as 20:00 e as 22:00. Regra geral vejo estes streams como a preparação para Domingo, um pouco como quando os corredores fazem treinos durante a semana mais curtos para treinar elementos individuais da corrida ou simplesmente para manter ritmo e depois ao fim-de-semana fazem os treinos mais longos.

Não é que procure soluções mágicas, mas sempre que vejo alguma coisa interessante relacionado com o sono, automaticamente acordo para ver se posso encontrar algum edge extra, alguma forma de aumentar a minha qualidade de vida, felicidade e performance, porque o sono é algo que todos temos em comum, experimentem não dormir…

Houve um dia em que me apareceu no meu “feed” de uma rede social, ou de um site de notícias um artigo sobre o plano de sono de algumas pessoas bem sucedidas e incluía o nosso CR7. O horário dele era qualquer coisa!

Como não tenho acesso ao Cristiano para lhe perguntar mais sobre o assunto, estive a ler mais artigos sobre ele e encontrei o nome do Sleep Coach dele: Nick Littlehales e descobri que tinha escrito um livro sobre o sono. Já sabem que sou fã de livros e como estava disponível no Audible, comprei logo o livro (cerca de $10 com a minha subscrição anual) e li-o durante as férias.

$10 por anos de experiência e aprendizagem? É incrível o ROI que os livros nos dão!

No fundo a filosofia do Nick é dividir os períodos de sono em ciclos de 90 minutos, dar menos importância à quantidade do sono e mais à qualidade do sono. Isto implica gastar mais tempo em rituais pré-sono e pós-sono, mas menos a dormir em geral.

Esta filosofia adapta-se muito bem ao que eu pretendo fazer a nível pessoal, porque muito do que posso utilizar nos rituais Pré-Sono e Pós-Sono são coisas que eu queria ter no meu dia-a-dia, mas não só não tinha um sítio perfeito para meter, como muitas vezes nem fazia por não ter tempo (ou ser prioridade).

Comecei por exemplo a fazer o meu “journaling”, alongamentos para relaxar e exercícios de respiração (do Wim Hof) antes de me deitar e a “ouvir” livros de manhã quando acordo.

Ele também dá muita importância à luz que absorvemos, sendo que de manhã pode ser importante ter as luzes ligadas e talvez até tenha um impacto maior do que a cafeína!

Depois fala também de todos os temas relacionados com o sono: a cama, sexo, a almofada, os lençóis, a tecnologia, etc.

Gostei tanto do livro, que quando terminei, fui ao site dele ver os preços do coaching. Até esperava algo completamente inacessível para a minha carteira, mas quando vi que não era o caso e os preços eram bastante acessíveis para quem trabalha com o Manchester United, Real Madrid, Selecção Inglesa de Futebol, etc, dei Snap! 🙂

Na realidade não dei logo snap, porque não tinha a certeza de qual era o pacote de coaching mais indicado para mim. Ele tinha a opção de marcar uma sessão de 30 minutos grátis para me aconselhar qual era o melhor produto para mim. Durou cerca de 5 minutos e recomendou-me 1 sessão de meia hora. Confesso que fiquei algo surpreendido aqui, porque a nível do subconsciente estou habituado a que as pessoas me tentem vender o serviço mais caro, que neste caso seria de duas sessões e acompanhamento de um mês. Ganhou alguns pontos de respeito a nível pessoal ali.

Quando comprei a sessão, recebi um questionário gigante e aí sim, demorei 30 minutos a responder. Perguntava tudo o que era relacionado com as minhas rotinas, hábitos de sono, conhecimentos de sono, bio-ritmo natural, etc. No final perguntava quais eram os principais temas em que pretendia ter coaching e mencionei que era o planeamento do sono e da cafeína.

Fizemos ontem a sessão e mais uma vez, ao contrário do esperado, que fosse o Nick ser uma pessoa super ocupada e a sessão ter de acabar a tempo, ele foi super super generoso com o tempo e tive imenso tempo extra. Claro que se/quando fizer uma sessão futura com ele, não posso esperar este tempo extra, apenas os 30 minutos da sessão, mas mais uma vez mostra que ele está mais preocupado em fazer um bom trabalho, do que em vender um produto.

Antes da sessão enviou-me um PDF, chamado “R90 Workbook”, que tinha alguma informação sobre sono e um plano adaptado a mim:

Convém mencionar que eu sou uma pessoa diurna e este plano de sono está ajustado à realidade que falei no início do post, dos “dois fusos horários”.

No fundo ele acha que eu nunca me devo deitar antes da meia noite e que idealmente devo acordar sempre à mesma hora, idealmente às 6:00 para ter algum tempo para eu acordar sozinho. A nível da hora de deitar, posso deitar-me à meia noite como disse antes, mas também às 1:30, 3:00 ou 4:30

Como eu sou bastante curioso e antes de ter coaching, compilo sempre uma lista de dúvidas que tenho, questionei-o sobre os horários: “E se me deitar às 2:30?” e aí explicou-me que era importante respeitar estes horários para habituar o corpo a rotinas e a ter sempre ciclos de 90 minutos.

Para além do período da noite, ele achou muito importante eu fazer uma sesta a meio da tarde, sendo esta sesta de 90′ nos dias em que me vou deitar depois da meia noite e também fazer uma sesta de 30/90 minutos na hora de almoço, mas a do meio da tarde era a mais importante para mim.

Ainda falámos de alguns temas mais pessoais e da cafeina, sendo que foi bastante útil e esclarecedor!

Vou começar a aplicar esta rotina de sono na próxima semana e confesso que por um lado estou entusiasmado por experimentar e gosto da ideia da qualidade>quantidade e de ter mais estrutura para o meu sono e rotinas. Por outro lado, tenho algum receio que não vá dormir o suficiente! Antigamente eu dormia 10 horas à noite e fazia sestas durante o dia entre sessões de sit-n-gos.

Mas…, já fiz a minha pesquisa, já tive coaching com o especialista, agora tenho que confiar, executar e mais tarde reavaliar.

Daqui a umas semanas conto-te como é que correu!