Comecei o mês com a continuação das Winter Series a experimentar diversos números de mesas para ver com que número me sentia mais confortável.

A conclusão a que cheguei foi que se não jogar há algum tempo, devo começar com 4 mesas e se já tiver com algum ritmo, até 6 mesas é o ideal para mim.

Claro que o número de mesas que cada pessoa joga, é algo muito pessoal e que só com experimentação conseguimos chegar ao número óptimo. No entanto, é preciso pensar qual é o objectivo quando queremos jogar mais mesas e normalmente será aumentar o hourly rate da sessão, ter mais situações para aplicar o que estamos a aprender e gerar mais situações onde tenhamos dúvidas para rever fora da sessão.

Espero que com algum trabalho e automatização de tarefas e situações de jogo, daqui a uns meses conseguir jogar mais mesas em simultâneo durante o stream para gerar mais situações interessantes para quem está a ver e para eu estudar.

As Winter Series não correram grande coisa, com várias situações em que cheguei perto de um grande prémio, mas faltou aquela pontinha de sorte final.

Gráfico do mês (Sharkscope):

Deixo as estatísticas para quem gosta:

O resultado “grande” do mês foi um Chop no Afternoon on Stars e podem ver no Youtube o SuperCut:

No ínicio do mês confesso que senti alguma dificuldade em estabelecer um plano para a gestão de tempo da semana, rotinas e gerir todas as tarefas que queria fazer semanalmente.

Isto é sempre muito frustrante até um dia acordar de manhã e de repente tudo faz sentido. Nesse dia, vou para o meu quadro branco, começo a meter tudo como está na minha cabeça organizado e boom, sinto-me fantástico!

Tive um momento desses a meio do mês e depois ainda confirmei com o meu Mental Coach se tinha tudo sentido. Ele disse que sim! =)

Agora com tudo mais planeado, ainda estou a fazer pequenos testes e ajustes diariamente, mas já sinto que tenho um rumo diário mais certo.

Rotinas

Sinceramente, cheguei ao ponto em que me sinto melhor depois de um dia onde cumpri todos os meus objectivos diários, mas acabei a perder nas mesas, do que num dia em que ganho um torneio, mas deixei objectivos diários por cumprir.

Não é que o dinheiro seja irrelevante para mim. O dinheiro é importante no sentido em que me permite continuar a ter acesso a recursos que o dinheiro compra como profissionais muito competentes, software e informação. No entanto, o dinheiro não é o objectivo, mas sim, melhorar, crescer e evoluir no sentido que eu escolhi.

Estudo

A nível de estudo, tenho tentado fazer o seguinte:

  • Ter coaching com um jogador melhor 1x/semana.
  • Ver e tirar notas de 1 vídeo de qualidade 1x/semana.
  • Estudar com o meu grupo de estudo 1x/semana.
  • Rever pelo menos 1 mão antes do stream começar como aquecimento.

Vou começar também a rever algumas mãos pelo menos 1h por semana com os meus subscritores como disse no post anterior.

Acho que já deu para passar a ideia. Estou aqui para aprender o máximo possível, o mais rapidamente possível!

Recuperação

A nível de recuperação, tenho tirado a Segunda-Feira para descansar, fazer uma massagem e estar um pouco sozinho sem grande stress ou preocupações. À quinta-feira tenho feito Kryoterapia que sinto que tem tido um impacto positivo a nível hormonal e de relaxamento. Ao Sábado é o dia que guardo para a família, que embora não sinta que seja descanso, costuma ser agradável!

Isto tem funcionado bem, excepto quando aparecem obrigações de algum tipo à Segunda-Feira, ou não consigo dormir o suficiente num determinado dia ou dias seguidos. Foi isto que aconteceu mais para o final do mês com os meus sogros cá em casa e puff, fui-me a baixo e acabei por ficar sem voz.

Para Fevereiro vou continuar o trabalho de Janeiro, atacar com força as Carnaval Series e aos poucos espero ir melhorando em todos os aspectos!

Publicar como